PCE – Plano Cooperativo Estadual

O Plano Cooperativo surgiu em 1957 durante a Assembleia Anual da Convenção Batista Brasileira em Belo Horizonte, nasceu para a manutenção do trabalho geral dos batistas brasileiros e como um método eficiente e bíblico para desenvolver a obra de missões. O Plano Cooperativo foi apresentado em 1957, e dois anos depois, em 1959 foi colocado em prática para que os batistas brasileiros testemunhassem de Cristo “até os confins da terra.”

– – –

Como funciona o Plano Cooperativo Denominacional?

As igrejas recolhem seus dízimos, do total retiram 10% e enviam a Convenção Batista do Amazonas. A Convenção aplica a maior parte na evangelização no próprio Estado e na realização das demais atividades.

A Convenção envia 10% à Convenção Batista Brasileira, que distribui entre as suas diversas entidades. Assim, parte de seu dízimo alcança o Amazonas, Brasil e o mundo, a cooperação de todos frutifica na unidade e crescimento do povo de Deus.

O Plano Cooperativo Estadual financia a obra missionária no Estado do Amazonas, como compras de terrenos, construções e reformas de Templos, casas pastorais, convênios missionários, financiamentos de projetos das Entidades Executivas e Auxiliares, Associações e Igrejas na capital e interior do Estado, manutenção da sede e acampamentos.

– – –

CLIQUE AQUI
E envie sua mensagem para saber mais sobre o PCE e como a sua igreja pode participar.

BUSCA
Está procurando algo específico?